O impacto negativo do uso precoce da tecnologia na vida sexual

Todos nós já tivemos, ou ainda temos, nossa fase de curiosidade com tudo que diz respeito a sexo, isso independente de gênero. Na fase pré-adolescente, quando tudo isso aflora com mais intensidade, é natural que a pessoa busque informações da forma que achar mais acessível e sigilosa, afinal a vergonha de falar sobre sexo com os pais ainda faz parte da vida da maioria das pessoas.

Se você assim como eu, está na faixa dos 30 anos, vai lembrar que na nossa fase adolescente, não tínhamos o acesso que temos hoje à tecnologia, por razões óbvias de muitas coisas ainda não terem sido criadas e pelo alto custo do pouco que existia. Ter um celular com 15 anos ou menos era coisa da classe A, mas hoje em dia tudo mudou.

Qual a hora certa do meu filho(a) ter um celular?

A forma mais fácil de se encontrar alguém hoje é através desse aparelho, muitos pais optam por dar um celular aos filhos por segurança, monitorar onde ele está e poder se falar a qualquer hora do dia. Mas esquecemos o quanto isso também pode ser prejudicial. Então como controlar? Como pesar prós e contras? Como mãe te digo que é conversando. Negar o acesso a um celular, computador ou qualquer meio de tecnologia, não acaba com a curiosidade de um adolescente, muito menos evitar que ele pesquise por determinados assuntos.

Meu filho viu pornô, e agora?

Para quem foi adolescente nos anos 2000 ou por ali, lembra que nosso acesso à pornografia era limitado a revistas, um filme levemente picante após a meia-noite e o auge eram as salas de bate-papo virtuais, e isso quase sempre tudo voltado ao público masculino (nisso não mudou muita coisa). Se tivéssemos a tecnologia que existe hoje, teríamos certamente usado e abusado, então não julgue seu filho(a) por fazê-lo. É péssimo que qualquer pessoa se eduque sexualmente baseado apenas no que a indústria pornô “ensina”, já que a maioria (ou todos) não ensinam nada. O homem só aprende a tratar mulheres como objeto, e a mulher aprenderá que deve satisfazer o homem independente de suas vontades. Seu filho(a) viu pornô? Sem problemas, não faça disso um episódio traumático, apenas explique sempre, que aquilo não passa de ficção, assim como qualquer filme ou novela, as pessoas estão atuando, homem e mulher.

O impacto na vida adulta

Nossa vida sexual tem enorme impacto em tudo que vivemos e em quem nos tornamos. Crescer num ambiente onde o sexo é um enorme tabu e onde não houve nenhuma educação sexual de qualidade, trará enormes malefícios para a vida adulta. Meninos se tornam homens grosseiros, que não sabem tratar mulheres com educação e respeito, enxergam-nas como objetos e não aceitam um não como resposta, e mulheres passam a ser submissas em todos os aspectos, aturando menos que o mínimo em relacionamentos e no trabalho, geralmente sem nunca terem experimentado um orgasmo na vida.

Percebe o quanto é importante que eduquemos nossos filhos da forma mais aberta possível? Tenha em mente que eles irão aprender, de uma forma ou de outra, seja com um amigo, com um filme, com alguém desconhecido na internet, eles vão sempre buscar informação, então quando perceber que o interesse surgiu, seja o primeiro a lhe dar isso, da forma correta, sem brigas, e sem romantizar ou demonizar as coisas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui