3 dicas financeiras

É inevitável: durante alguns períodos do ano, sempre haverá uma queda na procura por acompanhantes. Esses períodos geralmente contemplam férias, festas de final de ano, Carnaval, feriados e outras datas comemorativas. Acontece que, nessas épocas, as pessoas estão mais reunidas com suas famílias, programando viagens e até mesmo economizando mais dinheiro.

Com isso, acompanhantes tendem a perder sua prioridade, ainda que temporariamente. E o resultado é que muitos profissionais podem sentir o impacto financeiro dessa baixa procura. Por essa razão, manter um bom planejamento ao longo de todo o ano é fundamental.

Para ajudar, separamos três dicas de organização financeira fundamentais para que esses períodos de baixa não impactem tanto a vida de acompanhantes do FM. Fique de olho e, se possível, coloque tudo em prática!

1. Tenha sempre suas reservas – não caia no comodismo 

Você já ouviu a história da formiguinha que trabalha o verão inteiro, juntando comida, para poder ficar na sua casa durante do inverno rigoroso, certo? Quem trabalha com clientes deve seguir essa mesma lógica: é preciso intensificar o serviço em períodos mais propícios e economizar dinheiro, pensando no futuro.

Assim, se você tiver em mente que em determinados meses do ano, como janeiro e fevereiro, a busca por acompanhantes diminui, é preciso que haja um planejamento, tanto para aumentar o número de clientes nos meses anteriores quanto para economizar o dinheiro que estiver ganhando.

Não caia na cilada de pensar que você já está ganhando bem o suficiente, ou que já tem um número legal de clientes. Imprevistos sempre podem acontecer. Aliás, você também pode querer se divertir, fazer uma viagem, sair com os amigos etc. Por isso ter uma reserva também se faz necessário para o bem das finanças.

2. Procure ter clientes fiéis

Muitas vezes, mais importante do que conquistar novos clientes é tornar os que você já tem fiéis ao seu serviço. Pense comigo: quando você conquista um cliente e ele volta a te procurar, com determinada frequência, as chances de você garantir uma renda “mais fixa” são maiores.

É claro que, nesse tipo de trabalho, não há como falar exatamente em renda fixa, mas há como você ter garantia de que alguns clientes sempre irão solicitar o seu serviço – e pagar por ele.

Quando esse tipo de cliente aparecer, dedique-se! Procure sempre ter horário disponível e se esforce para que cada encontro seja o mais prazeroso possível, propondo inovações. Dessa forma, as chances de você receber mais dinheiro desse cliente aumentam.

É claro que expandir a clientela também é fundamental. Mas sempre foque no objetivo de torná-los fiéis aos seu serviço. Assim você trabalhará com mais segurança e garantia.

3. Invista o seu dinheiro – e economize

Atenção para essa dica financeira: não gaste seu dinheiro todo de uma vez – e com coisas passageiras. Procure investir em algo que possa trazer um retorno e um rendimento ainda maior. Você pode, por exemplo, comprar um apartamento e alugar o imóvel para ter esse dinheiro fixo todo mês, investir em um curso profissionalizante para trabalhar em alguma outra área quando não estiver atendendo clientes etc.

Mas é claro que, para isso, você precisará economizar dinheiro.

E, caso você não saiba bem como começar, saiba que esse processo pode ser feito de maneira gradual. Comece juntando R$ 20 por dia, por exemplo, e, aos poucos, vá aumento o valor, até estabelecer um valor fixo para guardar a cada mês.

Para facilitar, é importante que você estipule uma meta do tipo: “Preciso juntar R$ 5 mil em 3 meses”. Tendo um objetivo para alcançar, você consegue manter o foco com mais persistência. 

Também é imprescindível que você se comprometa a não mexer nesse dinheiro em hipótese alguma. Economizar também é um exercício psicológico!

Gostou das dicas financeiras? Mas não esqueça do seu autocuidado

Nem só de trabalho se vive, certo? Todo mundo merece (e precisa) descanso, pelo menos uma vez no ano. Por isso, quando você entender qual ou quais os meses do ano o movimento de clientes diminui, programe-se para descansar também.

Para isso, é claro, também é fundamental que você já tenha garantido o seu “pé de meia” (lembra da história da formiguinha?). Assim, você terá duas coisas que todo mundo quer para descansar: dinheiro para se divertir e um período de tempo sem pensar em trabalho.

Traçando um bom planejamento e entendendo o movimento dos seus clientes, é possível garantir trabalho o ano todo, dinheiro e, de quebra, umas férias merecidas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui